Lançamento da coleção diálogos da diáspora 2020

Em parceria com Roger Machado, Projeto Canela Preta, e Grupo Egbé, anunciamos o lançamento da coleção DIÁLOGOS DA DIÁSPORA no dia 28 de dezembro!

A direção da coleção é assinada por Tadeu de Paula & José Damico e publicará prioritariamente título de autores/as negros/as e indígenas, conectando campos de saber e experiência.

Amplificar os diálogos, abrir passagens, promover equidade nas publicações, esses são os compromissos desta coleção. Os encontros produzidos pelos povos da diáspora em terras brasileiras constituem-se como uma vastidão de experiência e manancial de saberes. Nos espaços de resistência cultivam-se modos de vida em que pensamento, luta, cura e festa se interconectam. Esse ser-fazer-saber dos muitos territórios em que a ancestralidade comparece como realidade viva afiando pontas de lanças que abrem passagens de um mundo porvir. A fertilidade dessas experiências também vem promovendo uma importante abertura no universo da produção editorial em que brotam outras formas de existências.

A inclusão de múltiplas expressões do pensamento da diáspora africana e dos povos indígenas tem o objeto de somar-se ao movimento de combate ao epistemicídio na medida em que possibilita que essas múltiplas expressões possam ganhar materialidade, visibilidade e institucionalidade.

Possibilitar que as cosmologias, perspectivas e experiências decolonais (uma mentalidade cultural que vem de fora da colonização europeia que) redesenhem as encruzilhadas da produção do conhecimento, ali onde e quando a academia se encontra com os territórios de vida e luta, para que as vozes, caminhos e expressões dos povos que resistem há séculos às desigualdades possam, com o pensamento encarnado, desbloquear as imaginações e assim, seguir no fortalecimento de transformações políticas e sociais.

A Coleção Diálogos da Diáspora publicará prioritariamente títulos de autores/as negros/as e indígenas, conectando campos de saber e experiência, trazendo autores conhecidos e novos, nacionais e estrangeiros. Nossa bússola apontará para o sul, indo dos saberes orais, ancestrais, populares ao acadêmico, do romance à poesia, da magia à espiritualidade.

Arte e ativismo político se unem para enfrentar a chamada catástrofe metafísica ocidental. Enfrentaremos binarismos históricos através da pluralidade de abordagens e de escritas que nos ajudem a lutar e sonhar com reservas de comum e de um mundo melhor.

Veja quais são os 10 livros que serão lançados em 2020:

  1. Jurema Werneck – O samba segundo os Ialodês mulheres negras e a cultura midiática
  2. Cristiane Luíza Sabino de Souza – Racismo e luta de classes na América Latina as veias abertas do capitalismo dependente
  3. Felipe Oliveira Campos  – Rap, cultura e política Batalha Da Matrix e a estética da superação empreendedora
  4. Sarau Sopapo Poético: Ponto Negro Da Poesia – Aquilombados
  5. Anacleta Pires da Silva, Dayanne da Silva Santos – Terra de Encantados – A luta pela permanência no Território Quilombola Santa Rosa dos Pretos (Itapecuru-Mirim/MA)
  6. Braulina Baniwa, Jozileia Kaingang, Lucinha Tremembé – organizadoras – Vivências diversas: uma coletânea de indígenas mulheres
  7. Alline Torres Dias da Cruz – De Madureira à Dona Clara suburbanizacão e racismo no Rio de Janeiro no contexto pós-emancipação (1901-1920)
  8. Maria Helena Vargas da Silveira – É Fogo!
  9. Mamadou Alpha Diallo – África Ocidental: oportunidades e desafios da integração regional
  10. Diádiney Helena, Dandara Feitosa – Saberes indígenas produção de conhecimento desde os Territórios

DIREÇÃO
Tadeu de Paula
José Damico


CONSELHO EDITORIAL
Cristiane Luiza Sabino de Souza
Cindia Brustolin
Deivison Mendes Faustino
Emanuelle Freitas Góes
Emiliano de Camargo David
Fernanda Souza de Bairros
José Carlos Gomes dos Anjos
Letícia Carolina Pereira do Nascimento
Marilda da Conceição Martins
Míriam Cristiane Alves
Taiasmin da Motta Ohnmacht
Braulina Aurora
Diádiney Helena de Almeida
Dandara da Conceição Feitosa
Edilaise Santos Vieira
Maria Lucilene Martins Santos
Joziléia Daniza Jagso Inácio Schild
Inara do Nascimento Tavares


CONSELHO EXECUTIVO
Camile Pasqualotto Lewczynski
Roger Machado

Coleção Diálogos da Diáspora na mídia:

Roger Machado idealiza e financia projeto para publicar livros de autores negros e indígenas por noticiapreta.com.br

Roger Machado lança projeto “Coleção Diálogos da Diáspora” para publicar autores negros e indígenas por observatorioracialfutebol.com.br

Roger lança projeto para publicar 50 livros de autores negros e indígenas por uol.com.br

EM BREVE MAIS NOVIDADES!

1 comentário sobre “Lançamento da coleção diálogos da diáspora 2020

  1. […] em 2020, o técnico, que é um dos principais nomes do movimento negro no futebol, lançou o selo Diálogos da Diáspora, afim publicar 50 livros de autores negros – 10 já lançados no ano […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *