A saga dos Botocudos: guerra, imagens e resistência indígena | Marco Morel

 

 

Guerra, imagem e ciência se articulam na trajetória histórica de cinco séculos dos grupos indígenas chamados de Aimorés, Botocudos e atualmente Krenak. Este livro se constitui numa história das imagens (iconográficas e textuais) acompanhada de contextualização e, sempre que possível, das expressões elaboradas pelos próprios índios. A análise inclui as relações políticas, sociais e as condições de vida destas populações. Desde as primeiras narrativas coloniais, passando pela catequese, Iluminismo, viajantes naturalistas, Romantismo, Antropologia Física, Modernismo e Antropologia contemporânea, o livro apresenta um painel das representações culturais em torno desta tribo, uma das mais cobiçadas pela ciência.

A confusão entre o exótico e o exato. Trata-se de um trabalho de historiador (com estilo próximo ao da ficção literária em alguns momentos) baseado numa ampla pesquisa documental em arquivos nacionais e internacionais feita durante treze anos, bem como nos relatos orais. O livro agora publicado foi finalizado em 2006. A narrativa historiográfica sobre este grupo indígena se constitui numa saga que expressa tradições de violência, conflito social, homogeneização cultural e ocultação de memória na formação da sociedade brasileira. O estigma de Botocudo aparece como espelho invertido da identidade nacional. A resistência indígena se destaca em múltiplas facetas e estratégias de sobrevivência, realçando tais populações como agentes históricos em luta por uma sociedade plural que, ainda hoje, não reconhece suas próprias imagens.
SKU: 9788584040506 Categorias: ,

Descrição

Título: A saga dos Botocudos: guerra, imagens e resistência indígena
Autor: Marco Morel
ISBN: 9788584040506
Editora: Hucitec
Edição: 1ª Edição
Ano de publicação: 2018
Número de páginas: 524

Informação adicional

Peso 0.735 kg
Dimensões 14 × 21 × 1 cm