Iniciação à direção teatral: sugestões práticas e aspectos teóricos | Gláucio Machado Santos

R$40,00

A historiografia sobre as artes cênicas no ocidente, em linhas gerais, concorda que a moderna encenação teatral possui sua certidão de batismo em dois textos fundadores: 1884, A arte da encenação: ensaio de estética teatral de Louis Bec de Fouquières, e 1903, Conversas sobre a encenação de André Antoine. Assim, em termos de cultura teatral ocidental, pode-se considerar que o conceito de moderna direção teatral e consequentemente o perfil do diretor possuiriam pouco mais de cem anos de idade.
O que dizer então do processo de transmissão deste jovem ofício às novas gerações? Ensaiar, dirigir, encenar, performar. Esses são verbos que, na língua portuguesa, sinalizam atitudes criativas distintas em relação ao palco. O comportamento criativo do coordenador da cena teatral reflete a mentalidade de sua época. Assim, o ensaiador luso-brasileiro esteve condicionado pela técnica teatral associada aos gêneros dramáticos; o moderno diretor passou a ser o porta-voz, o mediador poético das palavras do autor da peça; enquanto que o encenador procurou expressar, por meio de uma escrita cênica arrojada, mais sobre si próprio e suas inquietações sobre o mundo do que sobre o resíduo escrito por outrem; e o performador vem performando na contemporaneidade, atritando mais do que nunca o real e o ficcional, o autobiográfico e o discurso sobre as minorias e temas atinentes à pós-modernidade, reciclando formas e gêneros.
Como estabelecer então os fundamentos desta formação técnica e desta arte centenária? Simples. Leia este livro que você tem em mãos e aventure-se. Descubra o diretor teatral que existe em você. Conciliando fundamentos do ensino dispensado nos Conservatórios europeus com a teoria e prática do teatro advindas do ensino universitário, Gláucio Machado nos oferece caminhos seguros os quais associam esforço criativo e trabalho intelectual para oferecer uma sólida iniciação à formação do diretor teatral. — WALTER LIMA TORRES NETO (Professor titular de Estudos Teatrais na UFPR em Curitiba).

 

Sobre o autor:

Ator, encenador e produtor teatral. Bacharel em Artes Cênicas com habilitação em Interpretação Teatral pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNIRIO. MBA em Marketing pela Escola de Pós-Graduação em Economia da Fundação Getúlio Vargas – EPGE-FGV. Mestre em Teatro pela UNIRIO. Doutor em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia – UFBA, com estágio de doutorado-sanduíche na Universidade de Paris X, Nanterre. Professor do Departamento de Técnicas de Espetáculo da Escola de Teatro da UFBA, desde 2002. Professor do quadro permanente do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UFBA – PPGAC-UFBA, desde 2008. Atual Vice-Diretor da Escola de Teatro da UFBA (2016). Chefe do Departamento de Técnicas de Espetáculo (2003-2004 e 2006-2007). Vice-Coordenador do PPGAC-UFBA (2013-2014). Coordenador do Colegiado de Graduação da Escola de Teatro da UFBA (2009-2010 e 2013-2014). Segundo Líder do Grupo de Pesquisa em Encenação Contemporânea (G-PEC), registrado no CNPq. Realiza o projeto de pesquisa: O escopo da encenação teatral: necessárias aglutinações para um conceito em progresso. Atua nas áreas de: história e ensino da direção teatral; administração e produção teatral; processos educacionais em teatro.

Simulação de frete


SKU: 9788584041480 Categoria:

Descrição

Iniciação à direção teatral
sugestões práticas e aspectos teóricos
Machado Santos, Gláucio
978-85-8404-148-0

Hucitec

1. Edição
2020
200
Teatro , Volume: 95

Informação adicional

Peso 0.310 kg
Dimensões 13 × 18 × 0.5 cm