EDUCAÇÃO SANITÁRIA: fontes, ambientes escolares, ações estatais e intelectuais mediadores | Ariadne Lopes Ecar, Ricardo dos Santos Batista & André Mota (orgs.)

R$74,00

LANÇAMENTO!

Acesse aqui aberturas – sumário, apresentação

Veja a live de lançamento com a presença dos autores e autoras no nosso canal do Youtube

 

A Hucitec Editora celebra a reedição da Coleção Medicina, Saúde & História, sob coordenação de André Mota e Maria Gabriela Silva Martins da Cunha Marinho. Essa coleção, originada em 2011 e uma das mais respeitáveis de nosso país, traz entre seus objetivos a apresentação de pesquisas inovadoras sobre Medicina, Saúde e História na interface de campos diversos de estudos em âmbito nacional e internacional. Seu caráter atualizador é voltado à leitura interessada pelos caminhos que nos trouxeram aquelas e aqueles que se propuseram a compreender os sofrimentos humanos e as estratégias possíveis para dirimi-los.

 

Os quase dois anos de pandemia do novo coronavírus, que têm colocado diante de nós um cenário devastador, marcado por um número assustador de mortes e pelos riscos cotidianos de contaminação, exigindo a adoção de medidas sanitárias que restringem o convívio social, o uso de máscaras, a lavagem e higienização constante das mãos, diante das numerosas dúvidas em relação ao vírus, suas formas de propagação e os modos de interromper a transmissão, convocam, como em outros tempos, ao desafio de assegurar a adesão às medidas de proteção, trazendo à baila indagações sobre a educação em saúde como forma de conscientização e adoção de novos comportamentos, lembrando também as resistências e as distintas formas de apropriação das prescrições higiênicas. Tudo isso torna a obra Educação sanitária: fontes, ambientes escolares, intelectuais mediadores e ações estatais uma leitura obrigatória e necessária.

— Do Prefácio, de Heloísa Helena Pimenta Rocha

 

SOBRE OS ORGANIZADORES:

Ariadne Lopes Ecar. Doutora em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (FE/USP). Licenciada em Pedagogia pela Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense (FE/UFF), tendo cursado a pós-graduação lato sensu “Profissionais da escola e práticas curriculares” na mesma universidade. Professora (Colaboradora III Doutora) na Universidade de São Paulo. Realizou estágio de Pós-doutorado na Faculdade de Medicina Preventiva da Universidade de São Paulo (Departamento de Medicina Preventiva – FMUSP).

Ricardo dos Santos Batista. Doutor em História Social pela Universidade Federal da Bahia. Professor permanente do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade do Estado da Bahia, Alagoinhas. Realizou estágio de pós-doutorado na Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz (2017-2018) e na Faculdade de Medicina Preventiva da Universidade de São Paulo (USP) (2020-2022).

André Mota. Doutor em História Econômica e Licenciado em História pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH/USP). Professor Livre-Docente do Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) e Coordenador do Museu Histórico Professor Carlos da Silva Lacaz.

Simulação de frete


Descrição

Título: EDUCAÇÃO SANITÁRIA: fontes, ambientes escolares, ações estatais e intelectuais mediadores

Organizadores: Ariadne Lopes Ecar, Ricardo dos Santos Batista & André Mota

1.ª edição, 2022

ISBN: 978-85-8404-254-8

324 páginas

16×23 cm

Coleção: Medicina, Saúde & História, volume 11
Coordenadores da coleção: André Mota & Maria Gabriela Silva Martins da Cunha Marinho

Informação adicional

Peso 0.800 kg
Dimensões 16 × 23 × 5 cm

Você também pode gostar de…